A imagem brasileira na França*

Capa da revista Infos Brèsil, Photo extraite de la série Devotos de Quem, Juazeiro do Norte (Ceará), novembre 1996. Couverture d’Infos Brésil n° 161

Capa da revista Infos Brèsil, Photo extraite de la série Devotos de Quem, Juazeiro do Norte (Ceará), novembre 1996. Couverture d’Infos Brésil n° 161

 

Um singular panorama da fotografia brasileira e a busca de olhares diferenciados, nada habituais sobre o Brasil. Essas são algumas das propostas da revista Infos Brésil, publicação mensal francesa que, desde 1984, vem cumprindo importante papel de informação sobre cultura e atualidade brasileiras.

Há cinco anos, a revista passou a reservar um espaço privilegiado para a fotografia brasileira: todo mês, a capa apresenta uma foto de um novo autor. Na contra-capa, o devido crédito e uma nota biográfica sucinta sobre o fotógrafo e sua trajetória artística. “O projeto visa oferecer aos fotógrafos uma verdadeira vitrine”, explica Michel Riaudel, um dos responsáveis pelo projeto.

Maureen Bisilliat, Américo Mariano, Nair Benedicto, Miguel Chikaoka, Paulo Amorin, Celso Oliveira, Rui Faquini, Lúcia Villar Guanaes, Flavya Mutran, Carlos Freire e Octávio Cardoso estão entre os nomes que já participaram da revista. “Como não podemos remunerá-los pelos direitos de reprodução de obra, retribuímos com uma assinatura de um ano e com a garantia de que a foto não será usada para nenhum outro fim”, alega Riaudel.

A revista é mantida por uma associação sem fins lucrativos e existe graças ao trabalho voluntário de cada membro da equipe. Apesar da eterna luta, essa vitrine se estendeu sob a forma de um website, organizado em duas partes: um repertório de todos os fotógrafos que participaram da capa ou estão programados para terem esse destaque (com uma breve apresentação, endereços e eventuais contatos eletrônicos, acompanhados da foto que foi capa ou outra) e uma página especial, chamada Exposição do Mês, que apresenta mais especificamente o trabalho, com uma seleção de quatro a cinco fotos (que podem ser P&B ou cor, horizontal ou vertical).

Para participar da primeira fase de seleção, os interessados devem encaminhar no mínimo três fotos via internet ou no endereço abaixo. O espaço previsto na capa é para imagens retangulares, de leitura horizontal. Originais coloridos (cópias ou slides) podem ser enviados, sabendo-se que o resultado final é uma impressão off-set bicromática de tom parecido com o sépia.

As fotos são devolvidas ao remetente depois de retornarem da gráfica. Em geral, a publicação evita fotografias de leitura explícita ou muito circunstancial. Prefere-se um equilíbrio entre referência concreta ao Brasil e certa abstração. “O que vale é a surpresa e a poesia”, conclui Riaudel.

* Michel Riaudel

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: