Alien: Manifestações do Disforme, exposição que explora o lugar das formas não canônicas na contemporaneidade.

O MARGS irá inaugurar dia 17 de maio do corrente, às 19 horas sua primeira grande exposição do ano com obras de 60 artistas nascidos entre 1860 e 1982. Explorando a polissemia da palavra Alien, o MARGS inaugurou no último 17 de maio corrente, uma mostra que aborda diversas estratégias curatoriais para discutir as diversas facetas da produção artística contemporânea, como a formação do cânone, as abordagens políticas do Outro, memória e cronologia e a inovação artística recente. Dividida em três grandes segmentos, a exposição possui uma abordagem curatorial híbrida oriunda de um método não-cronológico e não hierárquico de montagem de exposições utilizado em exposições anteriores  – como Labirintos da Iconografia e O Museu Sensível. A escolha das obras foi realizada para quebrar pressupostos canônicos que fundamentam as hierarquias, e ao fazê-lo, revelar os mecanismos que as definem escalas de valores estéticos, culturais e históricos.

Dando continuidade ao programa de exposições do MARGS – instituído nesta gestão -, esta exposição é igualmente concentrada em obras e na ênfase de individualidades, salientando a importância de cada uma delas em um campo institucional de produção de conhecimento artístico que o Museu quer privilegiar. As escolhas das obras foram realizadas para privilegiar uma disposição não cronológica, avançando e recuando dentro do arco histórico definido pela exposição, buscando privilegiar a convivência entre obras no espaço de exposição produzindo mecanismos de amostragem que venham a enfatizar o potencial artístico de cada uma destas obras para além de sua proposição estética inicial. Assim a exposição busca instituir novas relações entre obras como entidades cujo potencial artístico seja capaz de se relacionar com obras de períodos e gêneros diversos para muito além da sua especificidade cultural e artística.

 Alien: Manifestações do Disforme apresenta a obra dos artistas: Adma Corá, Alberto Guignard, Alessandro Amorin, André Petry,Arlete Sauer, Arthur Piza, Astrid Linsenmayer, Bez Batti, Britto Velho, Camila Schenkel, Cláudio Carriconde, Danúbio Gonçalves, Dirnei Prates, Eleonora Fabre, Elim Dutra, Fernando Corona, Flavya Mutran, Frank Shaeffer, Guilherme Dable, Guma, Gustavo Nakle, Hércules Barsotti, Iberê Camargo, Ilsa Monteiro, Izrael Szajnbrum, José de Souza Pinto, Jader Siqueira, João Gonçalves, Kenji Fukuda, Leandro Machado, Luiz Gonzaga, Lúcia Ramenzoni, Luigi Napoleone Grady, Luiza Albuquerque, Luiz Alcione Moreira, Luiz Barth, Luiz Carlos Felizardo, Lyria Palombini, Marcos Sari, Mário Röhnelt, Mayana Redin, Milton Kurtz, Moacir Chotguis, Noelia de Paula, Norberto Nicola, Paulo Aguinsky, Paulo Osir, Paulo Porcella, Renato Hauser, Roberto Cidade, Rodolfo Garcia, Saint Clair Cemin, Tânia Resmini, Tomie Ohtake, Vera Rausch, Wilbur Olmedo, Wilma Villaverde, Wilson Cavalcante, Wilson Alves, Yutaka Toyota.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: